sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Te conheço desde sempre

Te conheço desde sempre.
Nas idas e vindas
Das rodas da samsara,
Em busca de crescimento,
Se descobrindo em cada momento.
Te conheço desde sempre.
Na ascensão perseguida,
Mas nem sempre alcançada,
Nas lutas que travas 
Para dominar tuas sombras,
Te conheço desde sempre. 
E a progressão é constante,
E mais lenta do que poderia ser ,
Pela fraqueza que ainda traz contigo,
Pelos resíduos que ainda te pesam tanto,
Mas que aos poucos vais depurando.
Te conheço desde sempre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário